MORRO DE SÃO PAULO: 15 DICAS INCRÍVEIS PARA SUA VIAGEM

21.jul.2021 | Morro de São Paulo

MORRO DE SÃO PAULO: 15 DICAS INCRÍVEIS PARA SUA VIAGEM

 

Morro de São Paulo: 15 dicas incríveis para sua viagem

Venha conhecer os pontos turísticos e ver as principais dicas de Morro de São Paulo. Não é à toa que a Bahia é um dos destinos brasileiros mais requisitados quando o assunto é praia. Com muita animação, beleza e comida gostosa, ela surpreende a todos os viajantes!

 

1 – Onde se hospedar?

Morro de São paulo tem opções de hospedagem (hotel, pousada, hostel e casa alugada) que cabem em todos os bolsos. A parte mais movimentada é a área que corresponde à Segunda Praia. A maior parte dos turistas dão preferência por ficar lá, por isso também é a parte mais cara.

 

A Primeira e Terceira Praia ficam perto da Segunda Praia e costumam ter hospedagens mais em conta. Também contam com mercadinhos, lanchonetes e lojas de roupa. Portanto, também são boas opções.

 

Hotéis na Primeira Praia

 

Já a Quarta Praia e Quinta Praia são interessantes para quem deseja fugir do movimento. Vale lembrar que esses locais ficam longe da Segunda Praia. Então, você vai precisar contar com transporte ou com seu preparo físico sempre que quiser ir até a área mais movimentada.

 

2 – Quando ir?

O clima é quente o ano todo, quanto a isso pode ficar tranquilo. Porém fique atento ao período de chuva, que vai de abril à agosto. Embora as chuvas normalmente sejam curtas, o melhor período para visitar a ilha é de setembro à março.

 

Dica: Se você procura sossego, evite feriados prolongados ou datas comemorativas (carnaval, ano novo etc). Nesses períodos, Morro de São Paulo fica bem cheio.

 

A alta temporada é no verão, quando Morro recebe muitos turistas. O sol é bem intenso e a praia fica uma delícia. Esse é o período mais animado, pois acontecem festas todos os dias. Então, se você viajar nessa época, reserve sua hospedagem com antecedência.

 

Já na baixa temporada, espere menos agito e preços mais baixos. Esse período vai de final de março até comecinho de novembro, exceto feriados prolongados.

 

3 – Quantos dias ficar?

Recomendo no mínimo três dias para conhecer algumas praias e um pouco da Ilha. O melhor mesmo é ficar um semana e voltar para sua cidade revigorado!

 

4 – Onde comer? A comida é cara?

São muitas as opções de restaurantes em Morro de São Paulo, dos mais simples aos mais sofisticados. Você verá muitos restaurantes servindo pratos com fruto do mar fresco.

 

Na Segunda Praia, concentram-se muitos restaurantes à beira mar. Inclusive, é possível fazer um programa romântico.

 

5 – Quais são os principais pontos turísticos?

Conheça cada um desses pontos turísticos nesse artigo. Vem ver as dicas!

 

Primeira, Segunda, Terceira, Quarta e Quinta Praia

Praia do Forte

Praia da Argila e Gamboa

Tirolesa

Mirante

Fonte do Céu

Passeio Garapuá

Passeio Volta à Ilha

 

6 – O que fazer à noite?

Morro de São Paulo é muito animado. A Vila fica muito movimentada à noite, com barraquinhas vendendo cocadas, drinks, crepes e souvenirs. E para quem curte uma atividade mais “light”, tem restaurantes com música ao vivo.

 

Noite em Morro de São Paulo

Toca do Morcego – Dicas de Morro de São Paulo

 

Mas Morro é muito eclético e não decepcionaria o time da balada. Se liga na programação das festas:

 

Segundas e Quintas – Luau na Segunda Praia (única festa que é gratuita)

Quartas – Teatro do Morro

Sextas – Toca do Morcego

Sábados – Pulsar Disco (festa da espuma)

 

Dica: As festas começam meia noite, mas só ficam boas mesmo às 2 horas da madrugada. Depois de um dia de passeio, essa hora você já vai estar morto de cansaço. Então, durma assim que chegar das praias e acorde perto da hora da festa.

 

7 – Como chegar?

Você têm algumas opções: via semi terrestre, marítima, carro/ônibus + lancha ou aéreo. Todas as alternativas listadas abaixo são para quem vai sair da Capital, Salvador:

 

Via semi Terrestre

 

Nessa opção uma parte do trajeto é feita via terrestre e a outra, via marítima. Vou te mostrar o passo a passo:

 

1 – A Btrturismo pega o viajante no aeroporto de Salvador ou em algum hotel em Salvador e leva até o Terminal Marítimo.

 

2 – Do Terminal de Salvador partimos para o Terminal de Mar Grande (Ilha de Itaparica). Viagem com duração de aproximadamente 40 minutos.

 

3 – De Mar Grande fomos para o atracadouro de Bom Jardim (Valença). O trajeto é feito com ônibus e a duração é de aproximadamente 1h20.

 

4 – De Bom Jardim pegamos uma lancha para Morro de São Paulo. Esse trajeto dura aproximadamente 20 minutos. Nessa parte do trajeto, tivemos que pagar R$1,75 de taxa marítima.

 

Como esse translado é composto por muitos transportes, existe sempre um guia da empresa com o grupo – desde a hora que começa a viagem até a chegada em Morro de São Paulo. Dessa forma, ninguém fica perdido. O valor desse transporte é R$180,00

O tempo total de viagem é de 3h à 3h30.

 

Via marítima

As Lanchas ou Catamarãs saem do Terminal Marítimo de Salvador, em frente ao Mercado Modelo da Cidade Baixa. E de lá vão direto para Morro de São Paulo. Em caso de mau tempo, a travessia marítima é suspensa por questão de segurança.

Tempo de viagem é de 2 horas à 2h30.

OBS: O translado é todo feito pelo mar.

 

8 – Tem que pagar entrada?

Para entrar em Morro de São Paulo é necessário pagar uma taxa de R$20,00 no píer de desembarque na ilha. É uma taxa única que vale para todo o período de viagem, não importa se vai ficar 1 ou 10 dias. Essa taxa é a TUPA (Tarifa por Uso do Patrimônio do Arquipélago). Uma observação importante é que visitantes até 5 anos e acima de 60 anos estão isentos da taxa. Já estudantes e portadores de necessidades especiais pagam meia (R$ 10,00).

 

9 – Qual roupa levar?

Morro de São Paulo é um destino de praia, que é quente quase o ano todo. Então, procure levar roupas leves e sem muito luxo. Você pode se arrumar um pouco mais para ir às festas à noite, mas é super aceitável ir de chinelo e roupa despojada. Leve:

 

Shorts, blusinhas e vestidos

Roupa de banho, saída de praia e canga

Repelente, protetor solar e hidratante

Óculos de sol e chapéu

Veja um checklist completo do que levar na mala!

 

10 – Atenção com a maré!

A maré é importante na hora de fazer passeios, curtir as piscinas naturais e até para ir a pé para praias mais distantes. Então, preste a atenção nessas dicas.

 

Peixinhos no rasinho – piscinas naturais da Quarta Praia, Morro de São Paulo

Piscinas naturais da Quarta Praia – Dicas de Morro de São Paulo

 

As semanas de lua cheia e lua nova são as melhores, pois a maré baixa alcança as menores mínimas. E quanto menor é a mínima, melhor é para as atividades que falei acima. Já nas semanas de lua crescente e minguante, a diferença entre a maré baixa e alta é pouca. Por isso esses períodos são chamados de “maré morta”. Por isso dê preferência para marcar sua viagem no período de lua cheia ou nova.

 

Além disso, fique de olho na tábua das marés para saber os horários das mínimas e máximas. Existem duas marés altas e duas marés baixas por dia. São aproximadamente seis horas para a maré subir e seis horas para descer. Os horários de descida e subida mudam a cada dia, por isso o ideal é pesquisar especificamente para o dia da sua viagem! Olhe a tábua da maré aqui.

 

11 – Prepare as canelas!

Você acha que MORRO de São Paulo tem esse nome por quê? Por que é plano? O povoado faz jus ao nome, então, já vá pensando que é necessário subir algumas (várias) ladeiras. Não tem como pegar táxi convencional, visto que não é permitida a circulação de carro na ilha. O máximo que você pode fazer é pegar um carrinho de mão (o “táxi improvisado”).

 

Dica: A locomoção é feita quase toda a pé. Então, leve sapatos confortáveis. Um chinelinho é um ótima pedida!

 

12 – Não leve muitas malas!

Como já dito aqui, os caminhos não são planos! Agora imagina você saindo do cais – já cansado da viagem – com uma mala imensa para subir esses morros. Vai chorar – e dessa vez não será de felicidade! Então, leve só o necessário para sua viagem! Ninguém vai ligar se você sair dois dias seguidos com a mesma roupa, afinal, você está de férias!

 

Outra opção é pagar um dos rapazes que ficam na entrada do povoado para levar sua bagagem até o hotel. O valor varia de acordo com o tamanho da mala e a localização do seu hotel. Em média, uma mala pequena custa R$ 10,00, mas combine o preço antes de começar o serviço!

 

Transporte de malas pesadas são feitas com carrinho de mão

As malas são levadas em carrinhos de mão como esses – Dicas de Morro de São Paulo

 

Se você estiver hospedado na Primeira, Segunda ou Terceira Praia e levar apenas uma mochila, acredito que consiga resolver isso por conta própria.

 

13 – Leve dinheiro!

Morro de São Paulo não tem agências bancárias, porém tem caixas eletrônicos do Banco do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica Federal. O povoado conta também com uma casa lotérica. Você pode sacar dinheiro nesses lugares, porém, em alta temporada, a demanda é muito grande e pode faltar dinheiro para o saque.

 

Hotéis, agências de passeios e restaurantes normalmente aceitam cartão. Mas é interessante ter dinheiro em espécie pois existem alguns lugares que não aceitam. Além disso, às vezes, o sinal das máquinas de cartão falham. Então, já leve uma quantia em espécie para evitar aborrecimento!

 

14 – Internet

Todas operadoras de celular têm sinal em Morro de São Paulo, mas a internet não costuma ser das melhores. Os viajantes passarão por alguns lugares que não haverá sinal durante os passeios. Desapega, você está no paraíso!

 

15 – Curiosidades

Não é uma cidade

Morro de São Paulo é um distrito que pertence ao município de Cairu. Morro é um povoado que compõe a Ilha de Tinharé. Então, já fique sabendo que a única maneira de entrar ou sair de Morro de São Paulo é com transportes marítimos. No continente a cidade mais próxima de Morro de São Paulo é Valença, que fica a aproximadamente 18 km.

 

Além das praias

Essa região lindíssima de praias paradisíacas faz parte da Costa do Dendê. Mas quem pensa que a Ilha é feita só de belezas naturais está muito enganado. Senta que lá vem história!

 

Quarta Praia – Morro de São Paulo

Que as praias de Morro de São Paulo são lindas ninguém pode negar!

 

  1. Morro de São Paulo foi muito influente no período colonial. Chegou a receber Dom Pedro II e a alta corte, que se hospedaram na Primeira Praia em 1859. Além disso, na Segunda Guerra Mundial, os nazistas naufragaram navios brasileiros na frente de Morro de São Paulo.